Assitência Social

SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E CRAS - CENTRO DE REFERENCIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

 

Responsável pelo Órgão Gestor: Lucélia Vieira Domingos

Assistente Social e Coordenadora do CRAS: Patrícia Mamedes de Souza

Funcionários:

Irene Gomes de Carvalho

Rafael Lima Soares

Noeli Aparecida Bento

 

A Secretaria Municipal de Assistência Social do Município de Salto do Itararé, Estado do Paraná, tem por finalidade atender e acompanhar famílias em estado de vulnerabilidade social, promovendo bem-estar e proteção social a famílias, crianças, adolescentes e jovens, pessoas com deficiência, idosos - enfim, a todos que dela necessitarem.

Entre os principais pilares da Assistência Social no Brasil estão a Constituição Federal de 1988, que dá as diretrizes para a gestão das políticas públicas, e a Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), de 1993, que estabelece os objetivos, princípios e diretrizes das ações.

 A LOAS, determina que a Assistência Social seja Organizada em um sistema descentralizado e participativo, composto pelo poder público e pela sociedade civil.

 A IV Conferência Nacional de Assistência Social deliberou, então, a implantação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Cumprindo essa deliberação, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) implantou o SUAS, que passou a articular meios, esforços e recursos para a execução dos programas, serviço e benefícios socioassistênciais.

           O Suas organiza a oferta da Assistência Social em todo o Brasil, as ações são baseadas nas orientações da nova Política Nacional de Assistência Social (PNAS), aprovada pelo Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) em 2004.

          A transparência e a universalização dos acessos aos programas, serviços e benefícios socioassistênciais, promovidas por esse modelo de gestão descentralizada e participativa, vem consolidar, definitivamente, a responsabilidade do Estado brasileiro no enfrentamento da pobreza e da desigualdade, com a participação complementar da sociedade civil organizada, através de movimentos sociais e entidades de assistência social.

 Secretaria Municipal de Assistência Social, organiza programas e projetos, cujo qual é encaminhado ao Centro de Referência da Assistência Social - CRAS para que assim seja desenvolvido e finalizado tais projetos de acompanhamento familiar.

 PLANO DE INSERÇÃO E ACOMPANHAMENTO DE BENEFICIARIOS DO BPC E BENEFICIOS EVENTUAIS NOS SERVIÇOS DE PROTEÇÃO SOCIAL BASICA

 São implantados projetos e programas voltados aos idosos e deficientes, que alem de outros objetivos proporcionará uma convivência comunitária, evitando ações segmentas, e tornando-os sujeitos autônomos e políticos, sujeitos de direitos.

 O município de Salto do Itararé é composto por 12 bairros na zona rural, e há em seu âmbito urbano 03 bairros, denominados vilas; Vila Nova, Vila Alta e Centro, sendo Vila Nova que apresenta maior vulnerabilidade social, onde se concentra um índice alto de desemprego, baixa renda e pouca escolaridade. A população em sua maioria, sobrevive de mão de obra informal como: Bóia fria, pedreiro, coleta de reciclagem entre outros. Grande parte dos moradores é beneficiária do Programa Bolsa Família do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome.

      As ações do CRAS são destinadas preferencialmente a essa parcela da população, onde os índices de vulnerabilidade social se destaca. E concluímos que  devido a falta de meios de geração de renda, baixo nível de escolaridade, e fragilidade nos vínculos familiares, o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) trabalha com as famílias focando nos pontos citados acima a fim de mudar a realidade social, fazendo com que essas famílias passem do estado de vulnerabilidade social para sujeitos de direitos e protagonistas de sua história de vida.

 A estrutura física, material e de recursos humanos do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), permite o atendimento continuado e acompanhamento dos beneficiários e suas respectivas famílias, através do acesso a serviços dos quais realmente necessitem, para que possam reconhecer e desenvolver as potencialidades locais para a superação das situações de vulnerabilidade e físico social.

 Esse atendimento se dá através de visitas domiciliares, acompanhamento a tratamentos médicos especializados aos idosos, acompanhamentos das evoluções dos Portadores de Deficiência sejam permanentes ou não, reintegração a sociedade e a família, através de campanhas de sensibilização e reuniões sócio educativas com as famílias e beneficiários, discutindo temas que ressaltem a importância de vínculos familiares.

 Também serão implantados projetos e programas voltados aos idosos e deficientes, que alem de outros objetivos proporcionará uma convivência comunitária, evitando ações segmentas, e tornando-os sujeitos autônomos e políticos, sujeitos de direitos.

 Com relação aos benefícios eventuais, há o acompanhamento das demandas pela equipe do CRAS, que acolhem, identificam e atuam intervindo junto a realidade apresentada. Alem da concessão dos benefícios, os usuários são inseridos em programas e projetos desenvolvidos pelo CRAS para que tenham oportunidade de saírem da vulnerabilidade que se encontram.


Copyright © 2017. Direitos de conteúdo reservados a:
PREFEITURA DE SALTO DO ITARARÉ - PR

Mauritec